Dicionário de definições do ramo têxtil

Indice

A | À | B | C | D | É | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Z |
 

Fibra sintética

fabricada a partir de materiais macromoleculares sintéticos (polímeros), os quais são resultantes de poli-reacções de substância químicas simples (monómeros). Pelas suas características, algumas das quais (resistência a altas temperaturas, resistência à tracção, elasticidade, etc.) podem ser modificadas quase livremente, são em muitos casos semelhantes a uma fibra natural Caracterizadas por uma baixa densidade, resistência mecânica, resistência ao uso, elasticidade, retenção da forma, resistência aos agentes atmosféricos; os artigos com elas fabricados são de fácil manutenção. Utilizadas no fabrico de roupa interior, tecidos e malhas para vestuário de senhora e de homem e também para aplicações técnicas. Começaram a ser fabricadas e utilizadas na indústria têxtil e do vestuário nos meados dos anos 1930s; continuam ainda a ser desenvolvidas tecnicamente. As fibras sintéticas mais importantes incluem poliamidas, poliéster, poliolefinas, poliacrilonitrilo, policloreto de vinilo, álcool polivinílico, polivinilidenos, polifluoretilenos e poliuretanos.



General partners

Veba Vývoj
Evropská unie Education and Culture This project has been funded with support from the European Commission. This publication [communication] reflects the views only of the author, and the Commission cannot be held responsible for any use which may be made of the information contained therein.
This project has been funded with support from the European Commission.
Mapa do site  |  Sobre o site  |  Print page  |  © 2006 – 2008 Textilní zkušební ústav, s.p., powered by MediaWiki
created by Omega Design